terça-feira, 19 de outubro de 2021

Mudança climática: mais de 99,9% dos estudos afirmam que atividade humana é causa principal

Nova pesquisa amplia ainda mais universo de estudos climáticos que apontam ação antrópica como determinante no aquecimento global

“A mudança climática é uma farsa”. Ideia de que aquecimento global se deve a fenômenos naturais tornou-se mito aos olhos da Ciência do século XXI

Artigo publicado hoje na revista Environmental Research Letters atualiza uma publicação de 2013, que trazia uma concordância de 97% entre estudos climáticos revisados por pares, mostrando que a mão do homem está mudando o clima. Agora essa concordância atinge praticamente 100%.

O resultado da pesquisa de 8 anos atrás considerou trabalhos publicados em revistas internacionais com corpo editorial, entre 1991 e 2012. Já a análise da compilação de textos científicos divulgada hoje, refere-se a estudos publicados entre 2012 e 2020.

domingo, 17 de outubro de 2021

Amazônia: um bem comum da humanidade ou território livre para exploração extrativista e do agronegócio?

Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas reconhece como direito fundamental o acesso a um meio ambiente seguro, limpo, saudável e sustentável

Mulher da tribo Ianomâmi extrai de uma árvore casca medicinal. FOTO: William Milliken

A emenda proposta pelo governo brasileiro ao Conselho da ONU visando flexibilizar a proteção e a sustentabilidade ambiental foi rechaçada na sessão que aprovou, no último dia 8, a declaração de um novo direito humano, que vai de encontro à urgência climática planetária.

Sob tutela militar oficiosa, altamente influenciada pelo negacionismo climático e a pretexto de uma “soberania nacional”, a missão brasileira tentou incluir na resolução da ONU uma cláusula que daria autonomia “a cada Estado sobre seus recursos naturais”.

sábado, 16 de outubro de 2021

‘É preciso legislar para a vida e criar uma sociedade biocêntrica’, diz ambientalista colombiano de 12 anos, Francisco Javier Vera Manzanares

Vídeo divulgado em 26 de setembro de 2021 pelo Canal Youtube Soy Tribu

Aquecimento global: ‘progresso de energias limpas no mundo é ainda muito lento’, diz AIE

Em relatório recente, Agência Internacional de Energia diz que avanços de energia solar e eólica e de veículos elétricos são insuficientes para almejar neutralidade de carbono em 2050

http://nucleaire-nonmerci.net/actualite/voiture-electrique-solaire.html

Considerado a bíblia do setor de energia, o relatório da AIE “World Energy Outlook” (WEO) publicado no último dia 13 apresenta cenários de produção e consumo de energia a médio e longo prazos.

“O desenvolvimento de energias renováveis avança ainda muito devagar para reduzir as emissões globais [de gases de efeito estufa] de modo sustentável para zerar as emissões líquidas, o que indica uma necessidade de ações claras e ambiciosas por parte dos governos”, alerta Faith Birol, diretor executivo da AIE.